Comer fora

Comer fora de casa não é razão suficiente para deixar de estar na Zona, mesmo que seja por pouco tempo. De certeza que na ementa de qualquer restaurante é possível encontrar uma grande variedade de pratos equilibrados e saudáveis. É só uma questão de escolher bem. E, se tal não for possível, mande confeccionar um prato a seu gosto, sem infringir a dieta.

Regras que deve cumprir quando vai comer fora de casaConselhos para comer fora de casa

  • Nunca coma pão.
  • Escolha sempre proteína baixa em gordura, carnes brancas ou peixe, de preferência grelhados.
  • Peça ao empregado que substitua o arroz, a massa ou as batatas por verduras e saladas.
  • Enquanto espera, converse com os seus acompanhantes para ajudar a passar o tempo em vez de petiscar o pão.
  • Uma vez servido o prato, analise e comprove que a porção de proteína não seja maior que a palma da sua mão, se é maior deixe no prato a restante parte, ou então leve consigo.
  • Depois observe os hidratos de carbono e comprove se são favoráveis ou desfavoráveis. O volume de hidratos de carbono a ingerir vai depender do volume de proteínas. Se pretende ingerir hidratos de carbono favoráveis, pode duplicar o seu volume em relação à porção de proteína. Se pretende ingerir hidratos de carbono desfavoráveis, apenas deve ingerir o mesmo volume que a proteína.
  • Evite as sobremesas açucaradas e opte pela fruta fresca. A fruta é sempre a melhor sobremesa.
  • No caso de não resiste às sobremesa doces, coma só a metade.
  • Para beber, a água é a melhor opção.
  • Coma devagar, saboreando os alimentos.

Comer fora num self service 

Até mesmo num restaurante de self service não é motivo para deixar de comer segundo os princípios básicos da dieta da Zona. Eis aqui algumas dicas para melhorar o seu prato: escolha primeiro a proteína baixa em gordura como frango ou peru, ou outra carne sem gorduras visíveis, acompanhe-a com vegetais (verduras, saladas) e azeitonas. Para a sobremesa a fruta é sempre a melhor escolha.

Nos locais de venda de alimentos tipo “fast food” como hambúrgueres pode, no caso de não encontrar outra alternativa mais saudável, comer sem sair-se muito da Zona. Peça duas hambúrgueres pequenas sem molhos, retire um dos pães e coloque as duas hambúrgueres juntas no mesmo pão. Talvez seja uma refeição elevada em gordura saturada, mas se não faz disto um hábito, no aspecto hormonal está a comer corretamente, ou seja sem consumir excessivamente hidratos de carbono.

Mas se quer ainda mais melhorar o seu prato quando vai comer fora, neste tipo de locais, há também melhores opções, como as sanduíches de frango grelhado e as saladas. Sendo assim, tenha o cuidado de reduzir o pão, rejeitando uma das metades e comendo o frango com a salada. É rápido, fácil e no aspeto hormonal está correto. Lembre-se sempre de reduzir os carboidratos desfavoráveis, desta forma não vão afetar os níveis de açúcar do sangue e a segregação de insulina.

Para quem viaja em trabalho

Para quem viaja muito por motivos de trabalho, onde habitualmente o hotel é a sua morada durante alguns dias, não há pretexto para descuidar a dieta. Nas viagens de negócios é muito importante cuidar a alimentação, uma vez que esta vai proporcionar-lhe toda a concentração mental que necessita para enfrentar com éxito os sucessivos dias de muito trabalho. Para tal, comece a abastecer o frigorífico do quarto do hotel com fruta, fiambres, carnes frias, queijos ou requeijão baixos em gordura… Comece o dia com um bom pequeno-almoço priorizando a proteína, fruta ou um sumo de laranja natural, procure minimizar a ingestão de hidratos de carbono desfavoráveis, como cereais, pão, bolos… Lembre-se que de um bom pequeno almoço vai depender o seu rendimento e agudeza mental, para enfrentar as longas horas de trabalho.

Manter-se fiel à dieta da Zona quando vai comer fora de casa, não é tão complicado desde que tenha sempre presente as suas regras e princípios básicos. Cingir-se a elas em qualquer parte não requer praticamente nenhum pouco de esforço.

Faça o seu comentário