Como fazer bem a dieta da Zona

Para assegurar-se de que está a fazer bem a dieta da Zona unicamente vai precisar das suas mãos, dos olhos e de um relógio. Com estas três simples ferramentas vai poder elaborar as refeições principais, nomeadamente o almoço, o jantar mas também o pequeno almoço.

Como deve ser a distribuição dos alimentos no prato

O primeiro passo é dividir o prato em três partes iguais. Numa parte vai colocar uma porção de proteína baixa em gordura, como por exemplo frango ou peixe do tamanho da palma da sua mão, o que para a maioria das mulheres equivale a 90 g e 110 g no caso dos homens. O segundo passo é preencher as outras duas partes do prato com carboidratos coloridos (frutas frescas e verduras/legumes cozinhados ou crus de baixa carga glicémica, ou seja pobres em hidratos de carbono). E por último um pouco de gordura saudável, benéfica para o coração e as artérias, como o azeite (a gordura por excelência da dieta da Zona), o equivalente a uma colher de sopa de azeite.

prato-dieta-zona

O tamanho da palma da mão, ao ser usado como medida para saber a quantidade de proteínas que cada pessoa deve ingerir, pode suscitar alguma confusão, porque logicamente existem mãos maiores do que outras. Mas quem normalmente tem as mãos maiores, são os homens, razão pela qual estes necessitam um pouco mais de proteína em cada refeição.

O terceiro passo é o uso do relógio, isto porque, se fez a sua última refeição de forma correta e adequada, então não vai estar com fome e sentir cansaço nas cinco horas após cada refeição. E por quê? Porque este é o estilo de alimentação ideal, que mantém os níveis de açúcar no sangue estáveis proporcionado pelo equilíbrio entre as proteínas, os carboidratos e a gordura que se deve manter invariavelmente em cada refeição. Só desta maneira se evita os ataques de fome, que em realidade não representam a verdadeira fome mas sim os efeitos das descidas do açúcar no sangue quando não se comeu corretamente e que possivelmente se deva ao excessivo consumo de hidratos de carbono da refeição anterior.

Artigos Relacionados

Faça o seu comentário