Dieta Hormonal

Ter um sistema hormonal equilibrado é importante para a nossa saúde e bem-estar, por isso o programa alimentar Como manter o equilíbrio hormonalda Zona, foca-se no equilíbrio hormonal, razão pela qual também é denominado de dieta hormonal.

A dieta é a nossa melhor ferramenta para atuar sobre as hormonas. Sendo assim todas as recomendações dietéticas da Zona levam-nos a uma mesma direção: alcançar o equilíbrio hormonal.

As hormonas são mensageiros que dizem ao nosso metabolismo o que devem fazer, como por exemplo, se têm que armazenar, destruir, regenerar. Quando o sistema hormonal se desequilibra, o corpo deixa de funcionar bem e surgem as doenças entre elas a obesidade e o envelhecimento. A obesidade é um caso extremo de desordem hormonal associado a muitos problemas graves de saúde. Se uma hormona se desequilibra afeta todas as outras, produzindo um desequilíbrio em série, dado que todas devem atuar em sincronia.

O controlo da insulina

Para emagrecer ou desfrutar de melhor saúde, devíamos enfocar a alimentação sob o ponto de vista hormonal e não somente calórico. Neste sentido a insulina merece especial atenção, já que, é esta hormona a encarregada de armazenar sob forma de gordura corporal os alimentos ingeridos. Sendo assim, quando no sangue existem constantemente níveis altos de insulina, o excesso de gordura corporal nunca pode ser transformado em energia, o que é um obstáculo para o emagrecimento. Mas se os níveis de insulina no sangue mantêm-se estáveis, vai fazer com que a gordura armazenada seja transformada em energia, e desta maneira acelera a perda de peso.

Além disso, ter níveis altos de insulina de maneira contínua no corpo conduz a muitos problemas de saúde tais como: obesidade, diabetes tipo 2, hipertensão, fadiga crónica, infertilidade, colesterol alto, risco de ataques ao coração, etc.

Dieta hormonal – um sistema hormonal equilibrado

A dieta da Zona visa manter estáveis os níveis de açúcar no sangue de modo a evitar os picos de insulina que poderiam estimular o apetite e conduzir ao desiquilíbrio hormonal. Para tal recomenda equilibrar as proteínas os carboidratos e a gordura em cada refeição, de modo a conseguir um equilíbrio hormonal perfeito que se repercutirá positivamente na saúde e bem-estar.

Com tal deve-se controlar os alimentos que provocam a subida dos níveis de insulina. Aqui reside todo o enfoque da dieta hormonal. Que alimentos são? Todos os alimentos que contenham hidratos de carbono, pois estes fornecem açúcar e podem, quando ingeridos em excesso causar oscilações bruscas na glicémia e, por conseguinte, elevar os níveis de insulina. Nesse sentido a proporção de carboidratos, proteínas, e gordura deve seguir a fórmula 40, 30, 30 para permitir ao corpo uma precisa e equilibrada secreção hormonal. Também, devemos lembrar que elevam os níveis de insulina, as ingestões muito calóricas e certas substâncias como a cafeína.

Controlo hormonal perfeito

Além da hormona insulina existe outra hormona o glucagón que regula os níveis de açúcar no sangue. Alcançar um controlo hormonal perfeito deve-se ao equilíbrio entre estas duas hormonas – insulina/glucagón. São hormonas antagonistas, já que a insulina é a hormona de armazenamento, ao contrário, o glucagon é a hormona de mobilização. Quando os níveis de glicose no sangue diminuem, o glucagon faz com que a glicose armazenada no figado se liberte a fim de restabelecer o açúcar no sangue (desta maneira deixamos de sentir fome).

Sem níveis adequados de glucagón no sangue sentiríamos fome e fadiga mental. Tal como a insulina é estimulada pela ingestão dos hidratos de carbono, o glucagon é estimulado pela ingestão de proteína (carne, peixe, ovos, lacticínios…). É por isso que a dieta da Zona recomenda a ingestão de proteína ao longo do dia repartida em cinco refeições, pelo seu efeito saciante, o que contribui enormemente para o controlo de peso. Nunca devemos ingerir um hidrato de carbono sem proteína. Por exemplo a primeira refeição da manhã ou mesmo o lanche deve conter alguma proteína (queijo, fiambre, ovo…).

O Dr. Sears afirma que para atingir um equilíbrio hormonal perfeito é importante comer os alimentos adequados nas proporções corretas. A proporção entre carboidratos, proteínas e gordura é dada pela fórmula calórica 40 30 30. Devemos lembrar que as frutas e hortaliças são os carboidratos favoráveis da dieta da Zona e que devem ser restringidos os cereais e seus derivados, que normalmente ingerimos em excesso, desta forma será mais fácil manter a insulina sob controlo. A proporção correta dos alimentos permite a manutenção do peso ideal e retardar o processo de envelhecimento.

Em termos práticos para manter o equilíbrio hormonal devemos fazer 3 refeições principais e 2 pequenos lanches onde não deve faltar proteínas e hidratos de carbono de baixo índice glicémico e gordura monoinsaturada. A melhor maneira para seguir com precisão as combinações destes 3 principais nutrientes é verificar o tamanho das porções dos alimentos que na Zona são designados de blocos.

Faça o seu comentário