Como reduzir o stress

Reduzir o stress é outro objetivo a alcançar, quando se trata de proteger a saúde. A dieta da Zona representa um estilo de vida saudável formado pela dieta, que busca o equilibro hormonal correto, pelo exercício físico e a redução do stress, tudo em conjunto visa aumentar o bem-estar físico e mental.

O stress altera o equilíbrioReduzir o stress por meio da meditação normal do corpo. A hormona do stress, o cortisol, pode causar com o passar do tempo, efeitos negativos sobre a saúde.

A Hormona do stress: Cortisol

O stress é uma reação fisiológica necessária, que se produz, quando estamos perante uma situação de perigo. O nosso corpo reage segregando a hormona cortisol para gerar uma resposta rápida perante uma possível ameaça. Isto foi o que ocorreu ao longo da evolução, quando os nossos antepassados perante uma situação de perigo, como por exemplo, o ataque de um animal selvagem, a segregação desta hormona ativava um mecanismo de defesa que preparava o homem para fugir ou lutar. Isto significa que, a missão do cortisol é atuar numa situação breve, dando uma resposta rápida e momentânea, desta forma não compromete o equilíbrio do corpo.

Mas hoje em dia, já não sucede o mesmo. Devido ao ritmo de vida da sociedade atual, o stress, que outrora era apenas em momentos pontuais, agora é contínuo, ou seja, estamos submetidos ao stress crónico, fazendo com que aumente a produção de cortisol. Esta hormona quando é segregada em situações de stress agudo (stress de curta-duração) não supõe um risco para o corpo, mas se se prolonga no tempo, causa prejuízos ao organismo.

Convém saber também que a falta de sono aumenta o cortisol. Muitos estudos demonstraram, que se em vez de dormirmos oito horas, dormíssemos seis horas, ao fim de uma semana aumentaríamos significativamente os níveis de cortisol no corpo.

Perigos do excesso de cortisol

  • Destrói os neurónios, responsáveis pela memória.
  • Reduz a produção de testosterona, hormona que mantem e fabrica massa muscular nova.
  • Provoca, a libertação do açúcar armazenado no figado, na corrente sanguínea,o que faz subir a insulina; a insulina estimula o apetite, é por isso que em momentos de stress sentimos desejos de alimentos doces.
  • Níveis altos de cortisol fazem engordar, levando a que a gordura se aloje, sobretudo na região abdominal.
  • Debilita o sistema imunitário, aumentando a propensão a desenvolver doenças.

A meditação é a melhor forma de reduzir o stress

A meditação é uma forma eficaz de reduzir a produção de cortisol, por ser uma técnica de relaxamento físico e mental, que proporciona calma e serenidade. A prática correta da meditação conduz ao relaxamento, gerando uma resposta fisiológica muito benéfica para o corpo, que se traduz na redução dos níveis de cortisol.

A meditação, muitas vezes vista como algo místico ou religioso, é acima de tudo uma forma de relaxamento, feita com a intenção de serenar a mente e, assim, reduzir o stress.

A meditação é uma técnica, capaz de concentrar a mente num único pensamento simples como por exemplo uma palavra ou uma frase quaisquer. A repetição desta palavra ou frase atrai a atenção com a finalidade de “limpar” a mente de todos os pensamentos e preocupações.

Como meditar

Há muitas formas de meditar, em qualquer uma delas o objetivo é deixar a mente em “branco” ou seja livre de pensamentos. A pratica da meditação permite relaxar o corpo e a mente em momentos de stress, e diminuir assim,  os níveis de cortisol de forma natural.

Das várias técnicas existentes de meditação, o Dr Barry Sears recomenda esta, por ser uma técnica simples e fácil:

  • Sente-se numa cadeira de forma confortável.
  • Escolha uma palavra ou frase curta, que mais goste, para concentrar-se. Se não sabe qual, escolha o número “um”.
  • Feche os olhos e relaxe os músculos.
  • Respire lenta e profundamente e, quando expirar repita a palavra ou frase que escolheu.
  • A respiração deve ser profunda, ou seja desde o diafragma (abdominal), e não somente torácica. Mantenha a a sua atenção na respiração, de modo a evitar o vai e vem de pensamentos.
  • Se durante a meditação é assaltada por pensamentos negativos ou preocupações, deixe-os passar e volte a concentrar-se na palavre ou frase que escolheu.
  • Medite durante 15 ou 20 minutos, podendo abrir os olhos de vez em quando para ver a hora, mas não utilize um alarme, porque interrompe bruscamente o seu relaxamento.

Dedicar 20 minutos diários em não pensar “em nada”, não é fácil. No entanto, incluir esta prática no seu estilo de vida, é sem dúvida uma boa proposta para gerir melhor as situações de stress e diminuir os efeitos negativos do cortisol. Medite durante, pelo menos, 15 a 20 minutos. A melhor hora do dia para meditar é ao fim da tarde, o que vai favorecer a conciliação do sono, induzindo um estado de relaxamento que lhe permitirá dormir bem toda a noite.

Seguir a dieta, praticar exercício físico moderado, dormir bem e reduzir o stress, são os fundamentos principais para um estilo de vida saudável.

Faça o seu comentário